AS PALAVRAS COLABORAM COM A VELA DA PAZ - 2013

AS PALAVRAS COLABORAM COM A VELA DA PAZ - 2013
TRAZIDA DA ILHA DA SEREIA - LINDALVA

sexta-feira, 3 de maio de 2013

= É TUDO VERDADE – JOSÉ E PILAR =

 
PURA EMOÇÃO

 Ao fim destes anos todos, acabei de ver o filme-documentário sobre a vida do Prêmio Nobel da Literatura portuguesa José Saramago e sua mulher a jornalista espanhola – Pilar Del Rio, feito pelo português Miguel Mendes e transmitido agora em 2013, pela TV Brasileira no Canal Brasil.

Chorei muito com a história da emocionante vida dum homem de origem humilde que se tornou um dos homens mais gabaritados e admirados no Mundo e da história da Literatura portuguesa.  Mas se ele não tivesse ganho o Prêmio Nobel não lhe dariam a merecida importância, no seu país de origem – Portugal – que lhe foi sempre adverso.

Porque ele era comunista, porque ele era ateu, porque ele não tinha ‘papas na língua’, porque ele dizia na cara aquilo que sentia, não era falso nem hipócrita e para muitos políticos ele era ‘persona non grata’. Teve a sorte de encontrar uma mulher de fibra que o defendia, com ele viveu vinte e tantos anos e dele cuidou tão maravilhosamente até ao fim dos seus dias – Pilar Del Rio.

Na tranquilidade de Lanzarote, uma ilha espanhola, no meio do Atlântico, ele teve a merecida paz de espírito que merecia e que não conseguia em Lisboa, que ele tanto amava.

 É tão duro termos que abandonar as terras que amamos por falta de compreensão de familiares... de amigos... ou pela sociedade elitista e hipócrita e pela política podre que impera nessa mesma sociedade...

É um filme que está passando em 2013 no Canal Brasil, não tem acesso a todos, apenas a quem tem TV paga e deveria ser visto por todo o mundo, num canal livre, como Globo, SBT, TV Record ou Band.
Para que uma grande maioria pudesse ver quanta discriminação continua a haver neste mundo, não só sobre os pobres... negros... homossexuais.
Alguns ricos, bem sucedidos nas carreiras, também sofrem preconceito... no caso de Saramago seria porque não era hipócrita, nem mau caráter e dizia as verdades na cara dos que não gostavam de as ouvir.

O primeiro livro que li de Saramago e que conservo até hoje na minha biblioteca, foi "Jangada de Pedra", há muitos anos e fiquei muito tocada pelo desenrolar da sua escrita. 

 Confesso que chorei bastante ao recordar a história de Saramago, pois o filme retrata uma realidade que só quem está fora do seu país e passa por certas situações poderá entender.

 Parabéns para Miguel Mendes e todos os que conceberam e realizaram este filme.  


By@ 
Anna D'Castro
Creative Commons License
Todos Direitos Reservados
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

2 comentários:

ErlonAndrade disse...

Sempre, quando nos aplicamos a leitura de um livro, a tendência é nos envolvermos com a história e o personagem.

ErlonAndrade disse...

Sempre, quando nos aplicamos a leitura de um livro, a tendência é nos envolvermos com a história e o personagem.

Almada e Lisboa... as duas belas cidades beijadas pelo Tejo

Loading...

José Saramago - O Nóbel da Literatura Portuguesa

"PALAVRAS PEQUENAS... PALAVRAS APENAS..."

Ando por aí querendo te encontrar... Em cada esquina paro em cada olhar... Deixo a tristeza... Trago a esperança em seu lugar... Que o nosso amor para sempre VIVA... Minha dádiva quero poder jurar... Que essa paixão jamais será... Palavras Apenas... Palavras Pequenas... Palavras de Momento... Palavras ao Vento!... "Cassia Eller"

AGRADEÇO A SUA VISITA À *SEMENTEIRA DE PALAVRAS*...


11.gif

...VOLTE SEMPRE... DE CORAÇÃO!