AS PALAVRAS COLABORAM COM A VELA DA PAZ - 2013

AS PALAVRAS COLABORAM COM A VELA DA PAZ - 2013
TRAZIDA DA ILHA DA SEREIA - LINDALVA

sábado, 20 de setembro de 2014

HÁ PALAVRAS... e palavras...



Há palavras que habitam a nossa mente como um guia que consola e desafia o pensamento, tal como um fio de navalha que atravessa a nossa atenção... como uma chave mestra que abre e fecha o coração.

A palavra atirada ao acaso tem dois gumes como a faca que agride ou que lapida um valioso diamante.

É preciso cuidado quando uma palavra é dita, pois na nossa alma fica gravada e jamais poderá ser apagada.

Toda a palavra, quando apontada na direção errada, é uma arma disparada por uma língua afiada.

As palavras de traição se trancam num árido labirinto onde não querem ser encontradas. Mas as palavras quando lançadas com amor e ternura, são um afago carinhoso... um doce beijo de borboleta, que vai esquentando os corações mais gelados.

A palavra na poesia é a ponte que nos transporta através dum rio de imagens que se estendem dormentes procurando no fundo das sombras a direção do silêncio rubro, que engole o poema se a palavra está trancada no imo das recordações.

Entre a palavra perdida e a lembrança resgatada, há palavras com sabor a lágrimas salgadas, a suor de carne bruta... veredas estreitas e sangrentas que devoram as sombras estonteantes e vão deambulando pelas letras dum poema...

Com o nascer do poema, juntam-se as palavras, uma após outra, como se fossem gotículas de orvalho pingando nas folhas brancas do caderno de poesias... viajando no pensamento e trazendo pequenas fantasias... as palavras amamentam um poema como os oásis verdejantes alimentam os desertos de miragens dos poetas e vão devolvendo ao vento as lembranças sem tempo e sem destino...



By@ 
Anna D’Castro


Creative Commons License
 Todos Direitos Reservados
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Nenhum comentário:

Almada e Lisboa... as duas belas cidades beijadas pelo Tejo

Loading...

José Saramago - O Nóbel da Literatura Portuguesa

"PALAVRAS PEQUENAS... PALAVRAS APENAS..."

Ando por aí querendo te encontrar... Em cada esquina paro em cada olhar... Deixo a tristeza... Trago a esperança em seu lugar... Que o nosso amor para sempre VIVA... Minha dádiva quero poder jurar... Que essa paixão jamais será... Palavras Apenas... Palavras Pequenas... Palavras de Momento... Palavras ao Vento!... "Cassia Eller"

AGRADEÇO A SUA VISITA À *SEMENTEIRA DE PALAVRAS*...


11.gif

...VOLTE SEMPRE... DE CORAÇÃO!