AS PALAVRAS COLABORAM COM A VELA DA PAZ - 2013

AS PALAVRAS COLABORAM COM A VELA DA PAZ - 2013
TRAZIDA DA ILHA DA SEREIA - LINDALVA

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

SEM PRESSA...

Caminho devagar porque a pressa me venceu... um dia já fui ansiosa esquecida da fadiga. A vida era uma corrida e a esperança de tudo perfeito era uma exigência que foi naufragando com o tempo da sabedoria.


Hoje exijo uma pressa moderada... dissolvo-me em outonos primaveris e invernos estiosos, bem mais calmos que os outrora escaldantes e que foram ressecando as pétalas das rosas, as raízes expostas ao frio do vento e deixaram suas marcas na pele fresca da juventude.


À minha volta o abandono da fadiga... a esperança naufragando com o desconsolo da solidão que me faz recordar das sementes guardadas e hoje transformadas em lágrimas amargas por momentos não vividos. Ao redor choram rosas famintas de carinhos... as horas vão morrendo nas trevas antes de chegar o alvorecer, mas nenhuma é igual às que viveram antes do envelhecer.


Sem pressa quero procurar meu corpo cansado e abandonado à sorte com a alma ferida que partiu para longe de mim. Vou tentando prender o tempo da espera que se vai escoando por entre os dedos encarquilhados pelo soprar tenebroso do vento agreste das recordações.


A vida é breve, mas a pressa é inimiga da perfeição... colorindo o anoitecer, a calma clama por um espaço nas noites consteladas, diante da espera da magia do sonho que vai prolongando a doce luz do renascer.


By@
Anna D’Castro



Creative Commons License
 Todos Direitos Reservados
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.


2 comentários:

Dorli Silva disse...

Linda poesia!
Escorregas em letras maravilhosas
Beijos
Lua Singular

Dorli Silva disse...

Desculpe,
Estava logada em outro blog: Mundo dos Inocentes
Beijos
Mundo dos Inocentes
Lá é só para leitura.

Almada e Lisboa... as duas belas cidades beijadas pelo Tejo

Loading...

José Saramago - O Nóbel da Literatura Portuguesa

"PALAVRAS PEQUENAS... PALAVRAS APENAS..."

Ando por aí querendo te encontrar... Em cada esquina paro em cada olhar... Deixo a tristeza... Trago a esperança em seu lugar... Que o nosso amor para sempre VIVA... Minha dádiva quero poder jurar... Que essa paixão jamais será... Palavras Apenas... Palavras Pequenas... Palavras de Momento... Palavras ao Vento!... "Cassia Eller"

AGRADEÇO A SUA VISITA À *SEMENTEIRA DE PALAVRAS*...


11.gif

...VOLTE SEMPRE... DE CORAÇÃO!